FAÇA SUA HORTA E COLHA SEUS TEMPEROS

FAÇA SUA HORTA E COLHA SEUS TEMPEROS

Seguidores

DEIXE SEU EMAIL E RECEBA NOVAS RECEITAS

TEMPEROS NATURAIS

TEMPEROS  NATURAIS
TEMPEROS NATURAIS SÓ FAZEM BEM A SAÚDE

Molho Tártaro


Ingredientes:
2 colheres (de sopa) de maionese Hellmann’s
2 colhers (de sopa) de vinagre branco
2 colheres de sopa de pickles picado bem fino
Modo de preparo:
Misturar os ingredientes a frio.
Dicas:
Excelente molho para acompanhar salgadinhos como Nuggets de Frango Sadia e outros tipos de salgadinhos.

Molho Rosé


Ingredientes:
9 colheres (de sopa) de creme de leite Nestlé
6 colheres (de sopa) de catchup
10 a 15 gotas de molho inglês
Modo de preparo:
Misturar os ingredientes a frio.
Dicas:
Excelente molho para acompanhar salgadinhos como Nuggets de Frango Sadia e outros tipos de salgadinhos.


AQUI OUTRA RECEITA DE MOLHO ROSE

 

Para fazer um molho rose, que é muito rápido e fácil de preparar, basta colocar em uma tigela 
3 colheres de sopa de catchup, 
180ml de creme de leite com 
1 colher de sopa de suco de limão misturado e
 8 gotas de molho inglês. 

Bata com um batedor de mão por aproximadamente 4 minutos, até que a receita se torne um creme liso.

O molho rose combina bem com massa, salada, fondue de carne e peixe.


CONHECENDO MELHOR CADA TEMPERO>>>

E
Endro Dill:
erva utilizada como aromatizador de licores, xaropes e
vinagres. Como condimento em picles, molhos para pratos de peixe ou
camarão, sopas e cremes, vinagre aromatizado, salada de batatas,
molhos a base de maionese e iogurte, pães de ervas. É um tempero de
cor verde brilhante, com aroma refrescante e sabor delicado. Pode ser
encontrado fresco ou seco. Indispensável no preparo de peixes,
molhos, salada de batatas, marinados, picles, carnes, sopas, pães,
massas, queijos e compotas.



Erva Doce:
muito utilizada no preparo de biscoitos, bolos, bolachas,
pães, queijos, molhos para saladas, frutas em calda, peixes e frutos
do mar.

Ervas de Provance ou Herbes de Provence:
mistura de cinco ervas
especialmente combinadas para dar aroma a pizzas, molhos, vegetais
cozidos, carnes bovinas e suínas.
São elas: tomilho, basilicão, erva
doce, segurelha e flores de lavanda. De origem francesa.

Ervas Finas ou Fines Herbes:
mistura de salsa, cerefólio, estragão e
cebolinha verde.
Usada em molhos de saladas, peixes, ovos, molhos de
tomate, ragu, aves, carnes, cordeiro e vegetais cozidos. Adicione no
final do cozimento.

Essência:
substância aromática obtida com diversos sistemas, como a
destilação, ou a permanência do alimento em óleo ou álcool por algum
tempo. É usada para aromatizar. As mais comuns:

• Essência de amêndoa é um óleo fino e aromático extraído da
amêndoa ou produzido sinteticamente. Tradicionalmente utilizado na
confeitaria para aromatizar preparações doces.

• Essência de baunilha é um óleo fino e aromático extraído da
fava de baunilha (fruto da baunilha) ou produzido sinteticamente.
Tradicionalmente utilizada em confeitaria para aromatizar preparações
doces.



Estragão ou Absinto Russo:
é uma erva de sabor forte e picante e
muito aromática. Folhas frescas e secas são utilizadas para
condimentar molhos para peixes, aves, especialmente frango, em
omeletes, saladas de queijos brancos, na manteiga, cordeiro, molho de
mostarda e maioneses. Aromatizador de vinagres para picles e
mostardas. Também usado para temperar suco de tomate e vinha d'alho.

CONHECENDO MELHOR CADA TEMPERO>>>

CONHECENDO MELHOR CADA TEMPERO>>>

Especiarias
A
Aceto balsâmico: vinagre preparado com uvas maduras e envelhecido em
barris de carvalho. Usado para temperar carnes, aves, peixes e em
molhos (termo italiano).

Açafrão: de origem mediterrânea é utilizado para dar cor amarelo-ouro
a determinados pratos, como paellas, molhos, farofas, dobradinhas,
carne de carneiro, sopas e risotos.

Açafrão Espanhol: muito utilizado em pratos da culinária francesa,
espanhola e sul americana. Indicado no preparo de arroz, paella,
risotos, peixes, frutos do mar e pães.

Açafrão da Terra: erva da família do gengibre, é conhecido também
como cúrcuma. De sabor ligeiramente amargo e cor amarelo-dourado,
extraída da raiz seca e moída da planta. Além do sabor, serve para
dar cor aos alimentos. Utilizado em pratos com ovos, picles, molhos
cremosos, maioneses, massas, frango, peixes, arroz e pães.

Aipo ou Salsão: hortaliça de sabor marcante cujas folhas são
utilizadas para temperar caldos ou sopas e seu talo pode ser
consumido cru em saladas ou cozido em ensopados. Na Grécia antiga,
era considerado sagrado e foi utilizado em emblemas de nobres.

Alcaparra: é o botão da flor de um arbusto nativo do Oriente, da
região mediterrânea, hoje cultivado em muitas regiões quentes. De
sabor acentuado, são utilizados em molhos, carnes, saladas, conserva
de vinagre ou na salmoura e guarnições.

Alfavaca ou Basilicão: erva cujas folhas são usadas como tempero em
diversos pratos da cozinha italiana, saladas, tomates, ovos, queijos,
peixes, milho, massas, molhos e como aromatizador de vinagres. A
alfavaca tem um sabor adocicado e é muito parecida com o manjericão,
embora suas folhas sejam mais graúdas.


Alecrim: de aroma fresco, que lembra o pinho, dá um sabor especial às
aves, aos molhos e sopas de tomate, frutos do mar, carnes, patês,
berinjela, batatas, couve-flor, pães, Sucos e saladas de frutas.
Carnes, aves, peixes, patês de fígado, saladas, molhos, ovos,
mexidos, omeletes,

Alho:
empregado como condimento para todos os tipos de pratos. Membro
aromático e forte da família da cebola. A quantidade utilizada
depende do gosto individual. Excelente em molho de tomate, carne,
peixe, aves, pão de alho. É comum ser utilizado em combinação com a
cebola. Equivalência: 1/8 de colher de chá de alho em pó ou granulado
corresponde a aproximadamente 1 dente de alho. Seco e desidratado
substitui o alho fresco em todas as suas aplicações.

Alho Poró:
é uma hortaliça com sabor muito semelhante ao da cebola.
Utiliza-se tanto o bulbo (parte mais branca) quanto as folhas. De
sabor suave e levemente adocicado, é empregado em sopas, saladas,
ensopado e quiches. É ideal para os molhos à base de manteiga e
cogumelo fresco, saladas, sopas e caldos de peixe.

Anis Estrelado:
típico no preparo de pratos da cozinha chinesa á base
de carne de parco e pato. Também usado para fazer licores, chás e
aromatizar bebidas alcoólicas.

Assafétida:
resina de uma planta que cresce no Afeganistão e no Irã.
É usada em quantidade mínima. O gosto aproxima-se ao da cebola, mas
tem aroma agradável. Ela evita os gases intestinais. Uma vez reduzida
a pó, é usada na proporção de um quarto de colher de chá para uma
preparação de dois quilos. Ela dá aos pratos um sabor forte e
particular. É encontrada sob a forma sólida ou em pó em casas de
ervas medicinais.

Azeite de dendê:
é o óleo extraído dos frutos da palmeira. É
ingrediente indispensável na culinária baiana. O mais correto seria
chamá-lo de óleo.

CONHECENDO MELHOR CADA TEMPERO>>>

B
Baunilha:
descoberta no México, em 1571, a baunilha é um fruto
tropical, amplamente utilizada em cremes de Pâtisserie, pudins,
molhos doces, bolos e sorvetes. De coloração marrom escuro, é
utilizada no preparo de doces, dando sabor a cremes, biscoitos, bolos
etc.

Bicarbonato de Amônio:
utilizado no preparo de pães, bolos e
biscoitos. Faz crescer a massa e por ser volátil, seu aroma
desaparece no forno sem deixar sabor.

Bicarbonato de Sódio:
excelente fermento em pó para o preparo de
bolos e biscoitos.

Bouquet-garni:
palavra de origem francesa que significa um ramalhete
de cheiros verdes (ervas frescas). Geralmente é feito com até cinco
ervas como o tomilho, salsa, louro, manjericão, entre outros,
amarradas em maço, ou envolvidas em gaze ou pano. Usado em sopas e
ensopados. Podem ser colocados dentro de um saco de pano fino ou
gaze. É retirado no final do cozimento.



C
Canela da China:
em rama é utilizada no preparo de picles, frutas
assadas, compotas, molhos de tomate e no cozimento de legumes. Em pó,
pode ser usados em pães, bolos, cafés, doces com frutas. E também
indicada no cozimento de legumes e assados.

Cardamomo:
semente de aroma intenso, da família do gengibre, que deve
ser usado com moderação, é um dos componentes do curry e da masala, o
cardamomo é um condimento aromático com sabor forte e adocicado,
utilizado em sopas, carnes de porco, saladas, bolos, tortas,
biscoitos, pudins, etc. Originário da Índia, onde seus grãos são
mastigados após as refeições para ajudar na digestão e refrescar o
hálito. Essencial na cozinha indiana é usada no tempero de arroz,
Sopas, picles, carnes, pães, biscoitos, bolos, cremes. Ótimo no café
árabe e para aromatizar licores.

Casca de Laranja desidratada:
utilizado poro dor um toque especial no
sabor de sobremesas. Ideal para pudins, mouses, bolos, biscoitos,
molhos e sorvetes.

Cebola:
muito versátil, a cebola é, além de tempero indispensável,
utilizada como prato principal e até como decoração de pratos.
Equivalência: 1colher de sopa de cebola em pó corresponde
aproximadamente a 1 cebola média. 1colher de sopa de cebola granulada
ou em tiras corresponde a ¼ de xícara de cebola "in natura" picada.
Frita é tradicional da culinária Francesa, fica uma delícia na sopa
de cebola, bifes e legumes refogados, na massa de pão de cebola.



Cheiro verde:
é a salsa com a cebolinha, com uma pitada de louro,
utilizadas para realçar sabores de patês, molhos e cozidos.

Ciboulette:
cebolinha verde francesa, mais fina do que a cebolinha
comum.

Coentro: é uma erva conhecida desde a Grécia antiga e muito utilizada
para temperar conservas, sopas e principalmente peixes, além de aves,
peixes ensopados ou assados, carne de carneiro, recheios de tortas e
massas, pães de gengibre e biscoitos. Seco, é usado no preparo de
pães, de picles e assados de porco e peixe. Muito consumida na região
Nordeste e Sudeste do Brasil, é um ingrediente indispensável da
tradicional, única e maravilhosa Moqueca Capixaba. É muito parecido
com salsa e tem aroma e sabor muito fortes. Adicione sempre no final
do cozimento. A semente inteira é usada no preparo de ponches,
picles, doces e no café. Industrialmente utilizada na produção de
salsichas, lingüiças e mortadelas. Moído, é usado no tempero de
peixes, carnes, aves, assados ou grelhados, molhos, sopas de feijão,
lentilhas e legumes. Também muito utilizado em pratos da culinária
baiana, destacando-se as moquecas e as caldeiradas de peixes e frutos
do mar.

Cogumelo seco:
depois de hidratado, pode ser usados em strogonoff,
molhos para carnes e massas, risotos, sopas e omeletes.

Colorau ou Colorífico:
é um tempero de origem brasileira extraído do
urucum moído misturado a fubá e óleo de soja. É usado para dar cor
aos alimentos industrializados, molhos e preparações caseiras, como a
Moqueca Capixaba, sem interferir no sabor. Sua cor laranja-
avermelhada serve para despertar o apetite.



Cominho (em Sementes ou moído):
originário do Egito erva cujo fruto
aromático é usado como tempero em carnes assadas em geral, frango,
molhos, lingüiças, queijos, pastéis, pães, pratos orientais e
mexicanos, e cozimento de hortaliças. Suas folhas novas são muito
usadas em sopas. Esta especiaria faz parte da composição do curry.
Tem sabor muito forte e deve ser usados com cuidado em pequenas
quantidades em pratos à base de queijos, carnes, ovos, batatas e
legumes. Também recomendado no preparo de molhos e pães.

Cravo da índia:
muito utilizado em doces, chás, assados, bebidas,
molhos, biscoitos, compotas e picles, o cravo é conhecido na Índia,
Egito e China desde 600 a.C. Doce e picante é usado tonto para
ornamentar como paro dar sabor. Ideal para molhos, conservas, doces,
compotas, assados etc.

Cremor de Tártaro:
de sabor ácido-suave, é utilizado na fermentação
de vinhos de produção caseiro e em outras fermentações artificiais,
como no preparo de balas, bolos com claras de ovos e merengues.

Curry ou Caril ou Garam Masala: originário da Índia, o curry é uma
mistura de várias ervas e especiarias, que podem variar de acordo com
a região e o costume, podendo conter até 38 tipos de tempero, dentre
elas o coentro, cominho, pimenta, coentro, cebola, mostarda,
cardamomo e gengibre. De sabor acentuado e cor amarelo-forte, é muito
usado em pratos orientais e em frango, carnes, peixes, camarões,
arroz e molhos.


CONHECENDO MELHOR CADA TEMPERO>>>

F
Funcho ou Erva doce de cabeça: planta cujas folhas e sementes são 
usadas em chás, por suas qualidades digestivas. Como condimento, 
especialmente em peixes, frango, ovos e pães. Suas sementes são 
utilizadas na composição de certos licores e seu bulbo é usado cru 
como salada. 

 Funghi Secchi:
 ou  Cogumelo seco 
Cogumelos do tipo Bolletus, 
desidratados. Conferem sabor característico a molhos de massas e 
pratos com carne. Antes de utilizar, lave-os bem e deixe de molho em 
água fria por 30 minutos.


G


Gelatina:
pode ser em folhas ou em pó, usada em pratos doces e
salgados, neutra, assimila qualquer sabor. Pode ser utilizada em
geléias, pudins, mouses, sorvetes, cremes e gelatina de frutos.

Gengibre:
raiz utilizada para enriquecer o sabor de bebidas quentes,
pães, biscoitos, carnes, aves, batata doce, cenoura e outros
vegetais, bolos e pratos orientais. É originário da África e Jamaica.
É um condimento picante extraído da raiz da planta de mesmo nome. O
gengibre é amarelo-claro e pode ser encontrado fresco nas feiras ou
supermercados ou em pó. Fica excelente quando combinado com outras
especiarias (alho, cravo, canela). Moído, é ideal para bolos, pães,
molhos, sopas, aperitivos, carnes, peixes, aves, legumes, saladas e
frutas. Deve ser usado com moderação.

Gergelim:
tem um suave sabor de nozes. Usado em pratos árabes, pães,
biscoitos, massas.


H
Hondashi:
tempero japonês à base de peixe.

>>ÓLEOS TEMPERADOS>>

>>ÓLEOS TEMPERADOS>>

Azeite aromatizado com pimenta incrementa os pratos mais simples

Óleo diferente dá graça a pratos à base de carne, frango, peixes... e até pizza!



Já pensou em acrescentar azeite com pimenta à sua pizza de mussarela?


Ingredientes:

500 ml de azeite
100g de pimentas da sua preferência
Ervas frescas variadas (de sua preferência)

Modo de fazer:

Colocar as pimentas e as ervas no azeite. Conservar em vidro fechado.

Conhecendo Pimentas

Conhecendo Pimentas
pimentas
[gree]Existem duas grandes famílias de pimentas, a capsicum, das pimentas malagueta, cumari e dedo de moça, e a família das piperáceas, da pimenta do reino.

As pimentas são benéficas à saúde. Mesmo a pimenta do reino, que pode se aglomerar na parede do estômago se consumida muito moída, não faz nenhum mal se moída em moedores de mesa no momento da refeição, o que garante também um sabor muito mais fresco e agradável.

Já as pimentas malagueta, cumari e dedo de moça têm mais vitamina C que a acerola, mas temos de levar em consideração nossa sensibilidade às suas ardências, que reduzem a quantidade consumida e possuem uma relação direta com a nossa idade: quanto mais jovens somos, maior é a sensibilidade às pimentas.

Para aqueles que ainda não apreciam, sugiro começar com as de baixa ardência, como a biquinho e a jalapenõ, e logo serão apreciadores de espécies mais marcantes, como a malagueta e a habanero.
A capsaicina, fitoquímico que confere o gosto picante à pimenta vermelha, é o principal responsável pelas propriedades funcionais deste tempero.

Dentre essas propriedades destacam-se:
• Dissolução de coágulos sanguíneos (uma aspirina natural);
• Dissolução de muco dos pulmões;
• Expectorante;
• Descongestionante;
• Indutor da termogênese (efeito de transformar parte das calorias dos alimentos em calor);
• Antioxidante;
• Anti-bacteriana.
Além de todos os benefícios mencionados acima, pesquisas científicas mostraram que o uso da pimenta vermelha durante às refeições, proporciona ação no Sistema Nervoso Simpático com respectivo aumento da liberação de catecolaminas (noradrenalina e adrenalina) com conseqüente diminuição do apetite e da ingestão de calorias, proteínas e gorduras nas refeições seguintes. Uauuuu.... a pimenta vermelha é boa pra Saúde e ainda ajuda a emagrecer!! ;o))


A Adrenalina e a noradrenalina também são responsáveis pelo estado de alerta, daí a ingestão de pimenta estar também associada à melhora de ânimo em pessoas deprimidas.

Recomenda-se que indivíduos com problemas no trato gastrintestinal (gastrite, úlcera, hemorróidas e outros) evitem a ingestão, uma vez que a capsaicina funciona como um agente agressor das mucosas.


este trabalho sobre as pimentas veio da amiga ROSIMARI FORTES

A QUEM EU AGRADEÇO A CONTRIBUIÇÃO

pate de figado de galinha

pate de figado de galinha
INGREDIENTES
- 250 g de fígado de frango

- 50 g de toucinho fresco

- 1 gema

- 1 tomate inteiro

- 1 dente de alho

- 1 pimenta

- azeitonas verdes

- raspa de noz moscada

- Louro, cheiro verde

- suco de limão

- cravo (se quiser)

- 1 tomate sem sementes

modo de fazer

Limpar bem os fígados dos nervinhos, passar tudo (fígados mais temperos) no liqüidificador e cozinhar de 30 a 40 minutos em banho-maria.
Como fazer uma mini horta>>
como fazer uma horta para ter seus temperos em casa

Molho à Bolonhesa

Molho à Bolonhesa
Rendimento: 10 porções de 100 g
Tempo de preparo: 30 minutos (mais 15 minutos de cozimento)

Ingredientes

5 tomates médios . 750 g
1 cebola média . 120 g
50 g toucinho
5 colheres (sopa) de azeite de oliva espanhol . 50 g
200 g de carne moída magra
1 xícara (chá) de caldo de carne . 240 ml
3 colheres (sopa) de salsinha picada . 12 g
Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
Modo de Fazer

Lave os tomates, elimine os pedúnculos e coloque-os em uma panela com 2 litros de água fervente. Deixe por 1 minuto, retire do fogo, escorra a água e tire as peles e as sementes dos tomates. Pique as polpas dos tomates e coloque no copo do processador. Bata por até obter um purê e reserve.
Descasque a cebola, elimine as extremidades, rale e reserve.
Pique o toucinho em pedaços bem pequenos e reserve.
Coloque em uma panela o azeite de oliva e deixe aquecer por 1 minuto. Junte o toucinho e frite, mexendo de vez em quando, por 2 minutos ou até dourar um pouco. Adicione a cebola e frite, mexendo de vez em quando, por 2 minutos ou até murchar. Acrescente a carne e frite, mexendo de vez em quando, por 5 minutos ou até a carne dourar e ficar sem caldo.
Junte o purê de tomate, o caldo de carne, o sal e a pimenta-do-reino. Misture e cozinhe, mexendo de vez em quando, por 15 minutos ou até molho fique encorpar. Retire do fogo.
Se preferir, substitua parte de carne de boi por carne de porco.



Dica: se o molho ficar ácido adicione uma pitada de bicarbonato de sódio em pó.

Valor nutricional por porção
155 calorias; 4 g de carboidratos; 6 g de proteínas; 13 g de gorduras totais (4 g de saturada, 7,5 g de monoinsaturada e 1 g de poliinsaturada); 21 mg de colesterol; 1 g de fibras; 2 mg de ferro; e 30 mg de cálcio

Ketchup Caseiro

Ketchup Caseiro


Ingredientes- 1 lata de extrato de tomate com 350 g
- 1/2 lata de vinagre (utilizar a lata de extrato de tomate
como medida) = 175 g
- 2 colheres (sopa) de açúcar (30 g)
- 1 colher (chá) de sal (10 g)
- 1 colher (chá) de molho de pimenta (10 g)Modo de PreparoNuma tigela, misture extrato de tomate, vinagre, açúcar, sal e
molho de pimenta.

Conserve na geladeira em potes fechados.

Pulo do GatoSe quiser que o ketchup fique picante, adicione ao
molho 1 pimenta malagueta pequena bem amassada.

Molho Pesto II

Molho Pesto II
Ingredientes
- 1 maço de manjericão fresco
- 1 Kg de patinho cortado em tiras finas e curtas
- 1 cebola pequena, finamente cortada em tiras bem finas
- 2 dentes de alho
- 1/2 xícara (chá) de azeite extra virgem
- 1 colher (sopa) amido de milho, aproximadamente (para `secar` a carne)
- sal à gosto
- 1 pitada de pimenta do reino moída na hora
- 1 pitada de noz moscada ralada na hora

Modo de Preparo
Passe o amido de milho na carne para deixá-la mais seca. Frite rapidamente em metade do azeite até corar (fogo alto para não soltar o caldo da carne). Retire da frigideira e mantenha aquecida. Na mesma panela, refogue o alho e a cebola, até a cebola ficar transparente e o alho dourado. Misture a carne reservada, tempere com o sal, a pimenta , a noz moscada e o manjericão finamente picado.

Molho Pesto I

Molho Pesto I
Ingrtedientes
- 100 g de manjericão em folhas
- 20 g de alho
- 30 g de pinoles (podem ser substituídos sem qualquer perda de paladar, por castanhas-do-pará descascadas)
- 30 g de queijo ralado
- 100 mL de azeite (de boa qualidade)
- 10 g de sal grosso
modo de fazer
Amassar em um pilão todos os ingredientes, juntando o azeite aos poucos. Opção: Bater no liqüidificador no botão "pulse" rapidamente

Molho Pesto com Pistache

Molho Pesto com Pistache
Ingredientes
- 1 xícara (chá) de folhas de manjericão frescas
- 1/3 xícara (chá) de queijo parmesão ralado
- 1/4 xícara (chá) de pistaches sem a casca, torrados e salgados, picados grosseiramente
- 1/4 xícara (chá) óleo de oliva
- 1 dente de alho descascado
- 1 pitada de pimenta-do-reino moída
Modo de Preparo
Coloque as folhas de manjericão, o queijo, o alho, os pistaches e a pimenta do reino em um processador de alimentos até formar uma mistura homogênea. Misture os demais ingredientes e empregue.

Molho Pesto

Molho Pesto
Ingredientes
NO PILÃO
- 30 g de folhas de manjericão fresco (opções: rúcula, agrião, salsinha ou coentro)
- 1 a 2 dentes de alho
- 20 g de pinoli (opções: castanha de caju, nozes ou amendoim)
- ¼ xícara (chá) de azeite
- queijo parmesão ralado a gosto
- sal a gosto

Modo de preparo

Num pilão, coloque folhas de manjericão fresco (ou rúcula ou agrião ou salsinha ou coentro), alho, pinoli ou castanha de caju (ou nozes ou amendoim) e ½ xícara de azeite (reserve a outra metade). Macere bem com o auxílio de um socador. Adicione a outra metade do azeite e queijo parmesão ralado a gosto e misture até incorporar todos os ingredientes. Acerte o sal. Este molho fica com uma consistência granulada.

Observação: esta quantidade de molho serve para 250 g de massa cozida.

NO LIQUIDIFICADOR
Ingredientes
- 60 g de folhas de manjericão fresco (opções: rúcula, agrião, salsinha ou coentro)
- 2 a 4 dentes de alho
- 40 g de pinoli (Opções: castanha de caju, nozes ou amendoim)
- ½ xícara (chá) de azeite
- queijo parmesão ralado a gosto
- sal a gosto
- 2 pedras de gelo

Modo de Preparo
Num liquidificador, coloque folhas de manjericão fresco (ou rúcula ou agrião ou salsinha ou coentro), alho, pinoli (ou castanha de caju ou nozes ou amendoim), azeite, queijo parmesão ralado a gosto, sal a gosto e pedras de gelo. O gelo serve para manter a cor das folhas. Bata bem.

Observação: esta quantidade de molho serve para 500 g de massa cozida, também pode acompanhar peixes grelhados, carnes.

Curiosidade sobre o pesto: Clássico molho de manjericão originário de Gênova. O nome tem sua origem no verbo Pestare que significa esmagar, amassar.

Molho de Mostarda


Ingredientes:
1 e 1/2 dolheres (de sopa) de suco de limão
3 e 1/2 dolheres (de sopa) de mostarda
9 colheres (de sopa) de creme de leite Nestlé
1 colher rasa (de chá) de sal
Pimenta em pó a gosto
Modo de preparo:
Misturar os ingredientes a frio.
Dicas:
Excelente molho para acompanhar salgadinhos como Nuggets de Frango Sadia e outros tipos de salgadinhos.