FAÇA SUA HORTA E COLHA SEUS TEMPEROS

FAÇA SUA HORTA E COLHA SEUS TEMPEROS

Seguidores

DEIXE SEU EMAIL E RECEBA NOVAS RECEITAS

TEMPEROS NATURAIS

TEMPEROS  NATURAIS
TEMPEROS NATURAIS SÓ FAZEM BEM A SAÚDE

SAIBA MAIS SOBRE AS ERVAS USADAS NA CULINÁRIA


ERVAS DIVINAS
Elas são ingredientes essenciais na finalização de pratos, em molhos e condimentos.
São recomendadas ainda em tratamentos medicinais diversos, preparadas principalmente na forma de chá.
Enfim, tornaram-se importantes na vida moderna, como já foram na antiguidade, quando os Romanos, por exemplo, introduziram o tomilho, o alecrim e a segurelha na Europa Central e levaram salsa, manjericão e sálvia das colônias orientais.
Eis aqui um pouco do universo rico – de aromas e sabores – das ervas finas

Que tal um molho à base de ervas para regar aquele peixe grelhado que você tanto gosta?
Ou ainda finalizar aquela carne saborosíssima que acabou de sair do forno com um punhado de ervas delicadamente cortadas bem picadinhas?
Enfim, as chamadas ervas finas podem dar o toque de genialidade que você tanto busca em assados, grelhados e cozidos.
E não é só isso.
Essas plantas são bastante utilizadas em tratamentos medicinais para patologias diversas, com resultados eficazes.
Quem é que nunca fez um chazinho de hortelã para ajudar na digestão ou como efeito calmante?
O importante disso tudo é saber como aproveitar cada erva da maneira adequada, seja em benefício da saúde ou da culinária.
“São ingredientes fundamentais na finalização dos pratos. O ideal é que sejam sempre frescas, pois, dessa forma, podemos aproveitar todo potencial aromático e saboroso das ervas”,
diz o chef Mauro Maia, que comanda o restaurante Supra.
Ele continua:
“Além disso, são importantes na decoração dos pratos também. Uma erva nunca deve ser fervida, frita, nem cozida. São produtos para se utilizar em seu frescor, somente na finalização, caso contrário, perdem os óleos essenciais. No caso da preparação de molhos, adicionar a erva somente minutos antes da finalização do preparo. Assim, elas deixarão um sabor suave, sem amargor, e com aromas intensos”.
COMO ARMAZENAR AS ERVAS
O melhor jeito de armazenar ervas é mantê-las sob temperatura de 4º a 10º C, acondicionadas em sacos ou potes plásticos bem fechados. Plantas como dill, salsa crespa, salsa lisa, cebolinha, cerefólio e estragão também podem ser congeladas inteiras ou picadas.
Nelas, o aroma, os ativos e o aspecto físico são mantidos.
A conserva com óleo e vinagre é outra opção.
Nesse caso, os óleos essenciais passam para a solução, aromatizando-a por muito tempo.
Por último, podem ser aproveitadas ainda em patês e condimentos misturados com azeite de oliva e sal.
Postar um comentário